“Eu sou a voz que grita no deserto”

 

imagesBom dia amados irmãos(as). João Batista anunciou e preparou os caminhos do Senhor. Nesse novo ano de 2017 que se inicia, faz-se necessário continuarmos nossa missão de evangelizar com nosso testemunho de vida. Partido disso, não imaginemos que somos os melhores ou superiores por tal missão, pois Cristo é o maior, é centralidade do nosso viver evangelizando.  Rezemos juntos a liturgia de hoje.

leigos

Leitura – 1Jo 2,22-28

Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio.
Leitura da Primeira Carta de São João 2,22-28

Caríssimos:
Quem é mentiroso,
senão aquele que nega que Jesus é o Cristo?
O Anticristo é aquele que nega o Pai e o Filho.
Todo aquele que nega o Filho,
também não possui o Pai.
Quem confessa o Filho,
possui também o Pai.
Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio.
Se o que ouvistes desde o princípio permanecer em vós ,
permanecereis com o Filho e com o Pai.
E esta é a promessa que ele nos fez:
a vida eterna.

Escrevo isto a respeito dos que procuram desencaminhar-vos.
Quanto a vós mesmos,
a unção que recebestes da parte de Jesus permanece convosco,
e não tendes necessidade de que alguém vos ensine.
A sua unção vos ensina tudo,
e ela é verdadeira e não mentirosa.
Por isso, conforme a unção de Jesus vos ensinou,
permanecei nele.
Então, agora, filhinhos, permanecei nele.
Assim poderemos ter plena confiança,
quando ele se manifestar,
e não seremos vergonhosamente afastados dele,
quando da sua vinda.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 97 (98). R. Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo
alcançaram-lhe a vitória.
O Senhor fez conhecer a salvação,
e às nações, sua justiça;
arecordou o seu amor sempre fiel
pela casa de Israel.

Evangelho – Jo 1,19-28

jesus-christ-jerusalem

No meio de vós está o que vem após mim.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 1,19-28

Este foi o testemunho de João,
quando os judeus enviaram de Jerusalém
sacerdotes e levitas para perguntar:
‘Quem és tu?’
João confessou e não negou.
Confessou: ‘Eu não sou o Messias’.
Eles perguntaram: ‘Quem és, então?
És tu Elias?’
João respondeu: ‘Não sou’.
Eles perguntaram: ‘És o Profeta?’
Ele respondeu: ‘Não’.
Perguntaram então: ‘Quem és, afinal?
Temos que levar uma resposta para aqueles que nos enviaram.
O que dizes de ti mesmo?’
João declarou:
‘Eu sou a voz que grita no deserto:
‘Aplainai o caminho do Senhor`’
– conforme disse o profeta Isaías.
Ora, os que tinham sido enviados
pertenciam aos fariseus
e perguntaram:
‘Por que então andas batizando,
se não és o Messias, nem Elias, nem o Profeta?’
João respondeu: ‘Eu batizo com água;
mas no meio de vós está aquele
que vós não conheceis,
e que vem depois de mim.
Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias.’
Isso aconteceu em Betânia além do Jordão,
onde João estava batizando.
Palavra da Salvação.

download-1
De uma forma simples e clara, partindo do exemplo de João Batista, podemos nos questionar acerca de nossa missão e se realmente a estamos assumindo. Recebemos em nossa vida a Graça do Batismo, que nos purificou, iluminou e nos motivou a caminhar vivendo pela promoção do Reino de Deus. A exemplo de João, devemos consolidar nossa decisão em dizer sim ao compromisso de nosso batismo. Sejamos hoje e sempre,  vozes que gritam no coração de grande parte da humanidade que vive tal como um deserto, frio, seco, praticamente sem sentir e viver verdadeiramente a presença de Deus em seu existir. Não percamos a esperança e sejamos persistentes, pois João e tantos outros foram questionado por seu anúncio e conosco não será deferente. Talvez poucos ouçam o nosso evangelizar da Boa Nova, mas mesmo assim, esse pouco já será o suficiente para nos ajudar a continuar a transmitir a vida do Reino e também a contagiar novos discípulos para nossa missão de viver evangelizando. Deus nos conceda a Graça de não somente sermos batizados, mas primordialmente de vivê-lo diariamente.

One comment on ““Eu sou a voz que grita no deserto”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *