Um dia sagrado brilhou para nós: nações, vinde todas adorar o Senhor, pois hoje desceu grande luz sobre a terra.

 

TEMPO DO NATAL 


Para os retos de coração surgiu nas trevas uma luz: o Senhor cheio de compaixão, justo e misericordioso (Sl 111,4).

Oração do diaÓ Deus, sede a luz dos vossos fiéis e abrasai seus corações com o esplendor da vossa glória, para reconhecerem sempre o Salvador e a ele aderirem totalmente. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (1 João 3,11-21)Leitura da primeira carta de são João.
Pois esta é a mensagem que tendes ouvido desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. Não façamos como Caim, que era do Maligno e matou seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más, e as do seu irmão, justas.
Não vos admireis, irmãos, se o mundo vos odeia.
Nós sabemos que fomos trasladados da morte para a vida, porque amamos nossos irmãos. Quem não ama permanece na morte.
Quem odeia seu irmão é assassino. E sabeis que a vida eterna não permanece em nenhum assassino. Nisto temos conhecido o amor: (Jesus) deu sua vida por nós. Também nós outros devemos dar a nossa vida pelos nossos irmãos.
Quem possuir bens deste mundo e vir o seu irmão sofrer necessidade, mas lhe fechar o seu coração, como pode estar nele o amor de Deus?
Meus filhinhos, não amemos com palavras nem com a língua, mas por atos e em verdade.
Nisto é que conheceremos se somos da verdade, e tranquilizaremos a nossa consciência diante de Deus, caso nossa consciência nos censure, pois Deus é maior do que nossa consciência e conhece todas as coisas.
Caríssimos, se a nossa consciência nada nos censura, temos confiança diante de Deus.
Palavra do Senhor.

Salmo – 99
Aclamai o Senhor, ó terra inteira!

Aclamai o Senhor, ó terra inteira,
servi ao Senhor com alegria,
ide a ele cantando jubilosos!

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,
ele mesmo nos fez, e somos seus,
nós somos seu povo e seu rebanho.

Entrai por suas portas dando graças
e em seus átrios com hinos de louvor;
dai-lhe graças, seu nome bendizei!

Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,
sua bondade perdura para sempre,
seu amor é fiel eternamente!

Evangelho (João 1,43-51)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.
No dia seguinte, tinha Jesus a intenção de dirigir-se à Galiléia. Encontra Filipe e diz-lhe: “Segue-me”. (Filipe era natural de Betsaida, cidade de André e Pedro.)
Filipe encontra Natanael e diz-lhe: “Achamos aquele de quem Moisés escreveu na lei e que os profetas anunciaram: é Jesus de Nazaré, filho de José”.
Respondeu-lhe Natanael: “Pode, porventura, vir coisa boa de Nazaré?” Filipe retrucou: “Vem e vê”. Jesus vê Natanael, que lhe vem ao encontro, e diz: “Eis um verdadeiro israelita, no qual não há falsidade”.
Natanael pergunta-lhe: “Donde me conheces?” Respondeu Jesus: “Antes que Filipe te chamasse, eu te vi quando estavas debaixo da figueira”.
Falou-lhe Natanael: “Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o rei de Israel”.
Jesus replicou-lhe: “Porque eu te disse que te vi debaixo da figueira, crês! Verás coisas maiores do que esta”.
E ajuntou: “Em verdade, em verdade vos digo: vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”.
Palavra da Salvação.

Em Cristo sempre é possível reaprender a amar.

A luz de vida e misericórdia vivida por Jesus nos convida a abrasar cada dia mais, de forma verdadeira o esplendor da glória do plano de Salvação para todo mundo. A nossa fé nos encaminha sempre a reconhecer Jesus Cristo como nosso Salvador, e o é. Entretanto, amamos tanto a Deus, a Cristo por meio de nossa fé, em nossas orações e louvores que deixamos cada dia mais de amarmos verdadeiramente o Cristo que vive no irmão, na irmã.

Assim como Felipe e Natanael foram convidados, nós também somos chamados diariamente. Convidados a assumirmos a missão de continuar a construir o Reino de Deus partindo do exemplo  e testemunho de Jesus, Mestre da vida, do amor e da misericórdia.

Portanto, creio que para continuarmos mantendo vivo o Reino de Deus, faz-se necessário reaprendermos constantemente a prática do amor a Deus nos irmãos(as) ao nosso redor. Reaprender que as atitudes misericordiosas testemunham melhor a fé que propomos viver.

Que as luzes de Jesus Cristo continue nos iluminando na nossa missão de evangelizar aprendendo cada dia mais a amar melhor aos nossos semelhantes.

                                                  Por: Viver Evangelizando

Oração

Pai, leva-me a conhecer, cada vez mais profundamente, a identidade de teu Filho Jesus, e a fazer-me discípulo dele, de modo a compartilhar sua missão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *