Leigos e Leigos: Fermente e luz no serviço pelo Reino de Deus.

Continuando nosso estudo e reflexão acerca do Documento 105,  encontramos na introdução como destaque, alguns muitos caminhos que a igreja precisa percorrer em relação ao laicato. Além disso, somos motivados a conhecer a realidade de vocação, compromisso e missão que os leigos e leigas são convidados a assumir no testemunho diário no anúncio do Reino de Deus. 

14fb90d3d777dfef0d30bcbfa812c2e5_xl

A realidade eclesial, pastoral e social dos tempos atuais torna-se um forte apelo a uma avaliação, aprofundamento e abertura do laicato.
O Concílio Vaticano II propõe: “O Caráter secular caracteriza os leigos.

031

A vocação própria dos leigos é administrar e ordenar as coisas temporais, em busca do Reino de Deus”.
O Beato Paulo VI lembra: Dos leigos, “a sua primeira e imediata tarefa não é a instituição e desenvolvimento da comunidade eclesial – esse é o papel específico dos pastores. A primeira e imediata tarefa dos leigos é o vasto e complicado mundo da política, da realidade social e da economia, como também o da cultura, das ciências e das artes..

vi-encontro-agir-5-728
Contudo, apesar do desenvolvimento da comunidade não ser a sua tarefa primeira, os leigos são chamados a participar da ação pastoral da Igreja (Documento de Aparecida n.211).
Portanto, o leigo não pode substituir o pastor naquilo que lhe compete por vocação, o pastor não pode igualmente substituir o leigo naquilo que lhe é próprio vocacionalmente.

vocacao1
A partir da sua vocação específica, cristãos leigos vivem o seguimento de Jesus na família, na comunidade igreja, no trabalho profissional, nas diversas participações na sociedade civil, colaborando assim na construção de uma sociedade justa e solidária. (…)

One Comment

  1. Essa página nós alimenta diariamente com mensagens e estudos bíblicos,fazendo com que repensemos e alimentamos ainda mais nossa fé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *