Que nos amemos uns aos outros, pois passamos da morte para a vida porque amamos os nossos irmãos(as).

Uma vida sem amor, não importa quantas outras coisas tenhamos, é uma vida vazia e sem sentido.  Leo Buscaglia

Bom dia irmãos(as) em Cristo. Rezemos juntos o nosso viver a partir do amor pelo Reino de Deus em Cristo. Pensemos em Deus, pensemos no amor e vivamos a imitar sempre a Jesus. Não fujamos de viver o amor a partir do encontro constante, diário com Jesus. Não deixemos que enterrem o amor que vive em nós.

deus2

5 de Janeiro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura – 1Jo 3,11-21

Passamos da morte para a vida,
porque amamos os irmãos.
Leitura da Primeira Carta de São João 3,11-21

Caríssimos:
Esta é a mensagem que ouvistes desde o início:
que nos amemos uns aos outros,
não como Caim,
que, sendo do Maligno, matou o seu irmão.
E por que o matou?
Porque as suas obras eram más,
ao passo que as do seu irmão eram justas.
Não vos admireis, irmãos, se o mundo vos odeia.
Nós sabemos que passamos da morte para a vida,
porque amamos os irmãos.
Quem não ama, permanece na morte.
Todo aquele que odeia o seu irmão é um homicida.
E vós sabeis que nenhum homicida
conserva a vida eterna dentro de si.
Nisto conhecemos o amor:
Jesus deu a sua vida por nós.
Portanto, também nós devemos dar a vida pelos irmãos.
Se alguém possui riquezas neste mundo
e vê o seu irmão passar necessidade,
mas, diante dele fecha o seu coração,
como pode o amor de Deus permanecer nele?
Filhinhos, não amemos só com palavras e de boca,
mas com ações e de verdade!
Aí está o critério para saber que somos da verdade
e para sossegar diante dele o nosso coração,
pois, se o nosso coração nos acusa,
Deus é maior que o nosso coração
e conhece todas as coisas.
Caríssimos, se o nosso coração não nos acusa,
temos confiança diante de Deus.
Palavra do Senhor

Salmo – Sl 99 (100).R. Aclamai o Senhor, ó terra inteira!

images-12

Aclamai o Senhor, ó terra inteira,
servi ao Senhor com alegria,
ide a ele cantando jubilosos!
Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,
Ele mesmo nos fez, e somos seus,
nós somos seu povo e seu rebanho.
Entrai por suas portas dando graças,
e em seus átrios com hinos de louvor;
dai-lhe graças, seu nome bendizei!
Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,
sua bondade perdura para sempre,
seu amor é fiel eternamente!

Evangelho – Jo 1,43-51

deus-e-o-caminho1

Tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 1,43-51
Naquele tempo:
Jesus decidiu partir para a Galiléia.
Encontrou Filipe e disse:
‘Segue-me’.
Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro.
Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse:
‘Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei,
e também os profetas:
Jesus de Nazaré, o filho de José’.
Natanael disse:
‘De Nazaré pode sair coisa boa?’
Filipe respondeu: ‘Vem ver!’
Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou:
‘Aí vem um israelita de verdade,
um homem sem falsidade’.
Natanael perguntou: ‘De onde me conheces?’
Jesus respondeu:
‘Antes que Filipe te chamasse,
enquanto estavas debaixo da figueira,
eu te vi’.
Natanael respondeu:
‘Rabi, tu és o Filho de Deus,
tu és o Rei de Israel’.
Jesus disse:
‘Tu crês porque te disse:
Eu te vi debaixo da figueira?
Coisas maiores que esta verás!’
E Jesus continuou:
‘Em verdade, em verdade, eu vos digo:
Vereis o céu aberto
e os anjos de Deus subindo e descendo
sobre o Filho do Homem.’
Palavra da Salvação.
images-1
A liturgia de hoje nos convida a continuar viver a proposta do encontro e do convite a seguir a Cristo, sendo hoje, testemunhas vivas do Reino de Deus. Entretanto, a vivência em Cristo só tem real valor e sentido tendo e vivendo o amor, pois sem o amor não existirá vida. Deus nos deu um Espírito de vida e fortaleza. Faz-se necessário nos amar, assim como também amar uns aos outros como propõe o mandamento central para a vida humana de fé. Assim, partindo do amor, somos convidados a doarmos nosso viver ao Reino fazendo e promovendo nosso existir em plena correlação com o exercício de dar nossa vida para que muitos vivam. Não é uma tarefa, uma missão fácil, simples. Jesus e tantos que doaram seu viver pela causa da vida Plena, vivenciaram muitas angústias, dores e sofrimentos, mas sabiam que a sua vida só teria sentido completo se encontrasse o amor verdadeiro em Deus, mesmo que para isso fosso necessário perder sua vida física, mas nunca deixar de amar o Plano Salvífico de Deus. Continuemos nossa missão a exemplo de Felipe e Natanael, que a partir do encontro e convite para vida e missão pelo Reino, decidem com amor e sinceridade seguirem Jesus, não deixando “fechar seus olhos” jamais para a graça da vida encontrada em Jesus. Tudo o que temos de bens materiais nos auxiliam a viver, mas nunca ocuparão a centralidade e essencialidade do amor e misericórdia divina presente em Jesus. Por isso, é necessário sim, que amemos ao Reino e aos nossos irmãos(as) em Cristo, não só com palavras e de boca, mas com ações de verdade imbuídas de amor verdadeiro sem medidas, pois sabemos o quanto é bom o Senhor e nosso Deus, que sua bondade perdura para sempre e que seu amor é fiel eternamente. Portanto, sigamos seu exemplo de vida e de amor pela doação da vida em nós em prol da promoção do florescer de mais vida ao nosso redor. Continuemos a evangelizar pelo Reino da vida sempre com a alegria e a força do Cristo que vive em nosso existir e assim nossa missão crescerá e dará mais e mais frutos.
“A Alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus” EG, pag 3, Papa Francisco.  
 Nós da família Viver Evangelizando desejamos a todos(as) muita vida, e vida plena….

One Comment

  1. Sem o amor, nossas vidas seria uma vida pertubada, no fundo do nosso interior mesmo sendo fracos, buscamos forças e a força que nos sustenta e o amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *